Página Inicial
Galeria de fotos
Galerias
Livros publicados
Livros
Prêmios
Prêmios
Livros publicados
Crítica
Livros publicados
Contatos
Trasncriações
Trans-
criações

Poemas

REDONDILHA

Eu levo comigo,
para dias tristes
e noites doídas,
o mar do Caribe.

Assim, se preciso,
atiro-me nele
e me livro logo
do mal que me aflige.

Às vezes retorno
metido a pirata,
aquele de olho
perdido no tempo.

Às vezes, me esqueço.
Mas o mar da vida
não deixa por menos:
obriga-me a ser

eu mesmo, sempre.


EquipeDigital.com