Página Inicial
Galeria de fotos
Galerias
Livros publicados
Livros
Prêmios
Prêmios
Livros publicados
Crítica
Livros publicados
Contatos
Trasncriações
Trans-
criações

Poemas

DIAS DE SOL INTENSO

A estrela brilha forte
no azul do céu. Seu calor
assusta o pássaro – em voo rápido
procura uma sombra.

Queimadas, aqui e ali, imitam
o sol. Ele, no entanto, não está
nem aí pro seu vagar
de ofício.

Em tempos idos, senhoras erguiam
sombrinhas sobre as cabeças.

A criança ao lado
pisava na sombra
e achava isso bonito.
Mas não pensava no sol
ou de andar o mesmo tão quente.
Apenas sabia que a vida segue um caminho
pra mais ou pra menos.

É claro! Sabia sem saber,
pois era ainda uma parte mínima
desse todo que é feito da noite e do dia.

Mais tarde talvez levasse também
a própria sombrinha,
arcada sob o sol
ou só pendurada no braço
ao modo de um pêndulo
que vai e vem no compasso
do andar.

Nisso, o pássaro lá do início voa
riscando o céu com um assovio.

Alcides Buss


EquipeDigital.com