Página Inicial
Galeria de fotos
Galerias
Livros publicados
Livros
Prêmios
Prêmios
Livros publicados
Crítica
Livros publicados
Contatos
Trasncriações
Trans-
criações

Poemas

MAIS DE SESSENTA

O tempo, sem que se note,
inscreve na vida os signos
da perda irreparável.
Às vezes, após anos e anos,
se mostram. Parecem
querer dizer que a vida
caminha, sem parar, indiferente
aos laços com que nos atamos
a ela. Fazemos de conta,
porém, que nada nos suprime
do caminho, nada nos desata
do que somos, nem mesmo
a morte à nossa volta.
Assim, seguimos em frente.
Quem nos olha, vê
que já não somos os mesmos.
Não vê, porém, mas talvez
pressinta, o inúmero
que dentro de nós
semeia a plenitude.

Alcides Buss


EquipeDigital.com