Página Inicial
Galeria de fotos
Galerias
Livros publicados
Livros
Prêmios
Prêmios
Livros publicados
Crítica
Livros publicados
Contatos
Trasncriações
Trans-
criações

Poemas

PESQUERO DOCE NO ARANTE

Antigas máquinas de escrever
enfeitam a sala do café.
Dentro delas, esquecidas
histórias se fingem de mortas.

O ruído das velhas teclas, porém,
ressoa surdamente nas unhas
do presente.

Dirão alguns: é a poesia!
Outros dirão: é o amor
que, apesar de morto, jamais
termina.

Alcides Buss


EquipeDigital.com