Página Inicial
Galeria de fotos
Galerias
Livros publicados
Livros
Prêmios
Prêmios
Livros publicados
Crítica
Livros publicados
Contatos
Trasncriações
Trans-
criações

Poemas

O BLOQUEIO

Escrevo nos olhos
a primeira frase
– A saudade me faz feliz –,
mas não a ponho no papel
com medo de não saber
o que dizer depois.
Talvez pudesse ser
– porque me dá sentido. –
A dúvida, porém, me anula
e mal sentir consigo
uma espécie de esquecimento
tomando conta de mim.
Não desista – me ordeno!
Um punhado de palavras à deriva
tropeça nos ouvidos.
– A saudade me faz feliz
por lembrar-me que existo. –
É pouco – me alerta o juízo.
Vá atrás de algo que se imponha
na nudez da verdade.
– No íntimo, sou feliz
se não penso. –
Me entrego às palavras no escuro.
São tantas. Me arranham, sufocam,
confundem. Me levam
não sei pra onde.
– Por falta de tudo,
sobretudo por falta de luz,
me acendem. –

Alcides Buss


EquipeDigital.com