Página Inicial
Galeria de fotos
Galerias
Livros publicados
Livros
Prêmios
Prêmios
Livros publicados
Crítica
Livros publicados
Contatos
Trasncriações
Trans-
criações

Poemas

PRA QUE PRESSA

É lenta a noite
no coração da floresta.

Sem luz elétrica,
sem tevê, sem telefone,
o tempo volta
a ser o que era.

Dentro dele se formam
os sentidos
de que são feitas as coisas.

Amar é juntar-se
às palavras.

Sonhar é ir-se
com elas.

Pra que pressa?
Tudo que precisa
acontece na hora certa.

Alcides Buss


EquipeDigital.com