Página Inicial
Galeria de fotos
Galerias
Livros publicados
Livros
Prêmios
Prêmios
Livros publicados
Crítica
Livros publicados
Contatos
Trasncriações
Trans-
criações

Poemas

NÃO ME LIXO À TOA

Há lixo em toda parte.

Se me ponho a ajuntá-lo,
não faço outra coisa.

Ao menos encontrasse
um amor jogado fora.

O que acho, porém,
são coisas mortas,
desatadas de sua hora.

Ajunto-as mesmo assim,
mas não posso ajuntar
a vida toda.

Daquilo que ajunto,
só quero uma coisa:
que sirva de causa
para que parem
de jogá-lo qual lance
fortuito de dados.

Quiserem jogar,
coloquem amor na jogada!

Alcides Buss


EquipeDigital.com