Página Inicial
Galeria de fotos
Galerias
Livros publicados
Livros
Prêmios
Prêmios
Livros publicados
Crítica
Livros publicados
Contatos
Trasncriações
Trans-
criações

Poemas

EM QUE PARTE DO ÁTOMO NOS PERDEMOS

Por que os rios comem mais a terra
de um lado do que do outro?

Jamais imaginei que as margens fossem
na fome desiguais.

No entanto é isto mesmo:
em seu caminhar ininterrupto
os rios corroem de um lado menos,
de outro lado mais.

De Albert Einstein, soube
que o motivo disto é a rotação
da Terra.

Pois bem, assino embaixo.
Parece lógico que assim seja.
Além do mais, quem sou eu
pra desdizer o gênio?

Em meus giros pela vida
também vou perdendo, sem parar,
a parte de mim que margeia
o tempo, a liberdade, a esperança.
A outra parte, não sei.
Talvez saibam as pedras.

Alcides Buss


EquipeDigital.com