Página Inicial
Galeria de fotos
Galerias
Livros publicados
Livros
Prêmios
Prêmios
Livros publicados
Crítica
Livros publicados
Contatos
Trasncriações
Trans-
criações

Poemas

OPOSTOS

As chuvas de outono chegaram
e, com elas, o fim do calor.

Que mal! – dirão alguns.
Que bom! – outros dirão.

Esperem, talvez, de alma guardada,
que passe a chuva,
que passe o frio,
o dia da pátria,
o dia dos mortos;
e chegue de novo o verão.

Encontrem, talvez, o prazer
dos pomares, dos ventos, das flores
e façam dos dias mais do que são,
de cada momento
um tempo que não termina.


Alcides Buss


EquipeDigital.com