Página Inicial
Galeria de fotos
Galerias
Livros publicados
Livros
Prêmios
Prêmios
Livros publicados
Crítica
Livros publicados
Contatos
Trasncriações
Trans-
criações

Poemas

OS MÁRTIRES DE CADA UM

De vocês não quero o último suspiro
o susto que o antecede
o devaneio após o lanche servido a bordo
   que aos poucos se desvanece num cochilo
a conversa casual com o colega ao lado
a acomodação no assento
a entrada em fila na aeronave
a espera pela chamada na sala de embarque
o caminho do aeroporto
a saída do hotel – ou de casa
a olhadinha no espelho
a ida rápida ao banheiro
a checagem dos documentos e objetos de mão
a arrumação da mala – ou mochila
o descanso na cama confortável

De vocês apenas quero
a última coisa que passou pela mente
   a última das últimas
pra com ela tecer o sudário
que faça lembrar a vida depois de tudo
na escuridão sem movimento e sem ruído
do apagão final

Sei. O que quero está longe demais
para as mãos que buscam o mistério extremo
a música das alturas
a poesia nos braços de Deus

Nenhum consolo desfaz o destino

Alcides Buss


EquipeDigital.com