Página Inicial
Galeria de fotos
Galerias
Livros publicados
Livros
Prêmios
Prêmios
Livros publicados
Crítica
Livros publicados
Contatos
Trasncriações
Trans-
criações

Poemas

PASSEADOR

Um pé em casa,
o outro na rua.

A asa do corpo
não sossega. Se
pudesse iria à lua.

Foi feito para o chão.
Nem tanto!,
palpita a alma.

Seu coração é de árvore.
Seus pulmões
são de pássaro.

Sua floresta, não nega,
é a cidade!

Alcides Buss


EquipeDigital.com